Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

L.C. Ferreira Word

Porque tudo o que conheço não chega, porque nunca direi vezes suficientes e porque sim...

L.C. Ferreira Word

Porque tudo o que conheço não chega, porque nunca direi vezes suficientes e porque sim...

Quando Voltavas

por lcferreira, em 02.02.12

 

 E a tua ausência era um poço de dor que não se dava por findada quando a Lua se escondia por entre os olhos de quem se acha adormecido. Não, nada dela se acabava apenas porque o Sol teimava em abrir as portas do seu íntimo sonho diurno.

 

 A tua falta era um mar que me afogava o sorriso e me cortava o ar, tão sem ar me ficava que os olhos lagrimados chamavam por ti, nessa língua que não é de reis nem de rainhas, mas de pobres sentimentais aprisionados pelo tempo e pelo espaço.

 

 E então, tua ausência era uma trova que se elevava pelos céus de uma benesse que se aproximava a passos largos, um sem-número de palavras ocas e sonhadas, um bem querer que me aquecia a alma fugida.

 

 Quando voltavas e até à próxima partida, a vida era um enorme coração rabiscado e contente.

 

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D