Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

L.C. Ferreira Word

Porque tudo o que conheço não chega, porque nunca direi vezes suficientes e porque sim...

L.C. Ferreira Word

Porque tudo o que conheço não chega, porque nunca direi vezes suficientes e porque sim...

Ode da Alma

por lcferreira, em 08.12.10

 Alma viajante, sonhadora. Almejas mais do que o de ti esperado. Alma escura e sombria, depressiva, devassa. Alma sem alforria, prisioneira do sentir e do querer.

 

 Tu que te empinas quando te sentes não vista. Tu que gritas e chutas quando é a injustiça que bate á tua porta. Que choras e soluças por amor e dor. Que me guias e me levas pelo braço, tantas vezes por caminhos errados. Tu em mim e eu tua.

 

 Alma minha. Ora um arco-íris, ora de negritude vestida, luz e escuridão por mim adentro. Carimbada com uma aura que não se vê e não se explica.

 Das calçadas, das esquinas, dos trovadores idos e das lavadeiras de ontem, é pedaço deles também. Lusa, tão Lusa e tão pouco...

 Apaixonada, descrente, triste, sofrida, esperançosa, doente, pura, conspurcada, louca, sã...

 

 Alma, és todo um mundo dentro da minha pele e do meu sangue.

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D